sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Sopa de Espinafres Selvagens com Cenoura



Sabia que o espinafre, por si só, é rico em ferro e em vitaminas A e B2?

Curiosamente, já agora aqui pode ler-se também que:

“De fato possui uma grande quantidade de ferro, mas foi cometido um grande erro em 1870 quando Von Wolf. referiu que em cada 60 g de espinafre havia 1,9 mg de ferro. Contudo aquando da publicação faltando a virgula e todos leram que a cada 60gr de espinafre existiam 19mg de ferro e não 1,9. Ou seja 10 x mais ferro do que de fato havia. Mas ainda assim o Espinafre é o vegetal que mais tem ferro na sua composição.”

E este tipo de alimento tanto pode ser consumido na forma de salada, usando suas folhas cruas, como também podem ser utilizadas as folhas cozidas ou refogadas, para além da sua utilização típica nas sopas de legumes.

Mas no que diz respeito aos intitulados espinafres selvagens, também conhecido como espinafre da Nova Zelândia, este tem pouquíssimas calorias e é rico em vitaminas A e C e minerais.

sopa

De acordo com o site Wikipédia, temos ainda que:

“Espinafre (Spinacia oleracea) é uma erva rasteira originária do centro e sudoeste da Ásia, pertencente à família das amarantáceas, cujas folhas são comestíveis. É uma planta anual (raramente bianual), que cresce até cerca de 30 cm de altura. O espinafre pode sobreviver durante o inverno em zonas temperadas. As folhas são alternadas, simples, de ovaladas a triangulares na base, muito variáveis em tamanho, desde 2–30 cm de extensão e 1–15 cm de largura, com folhas maiores na base da planta e menores no topo.”

Já de seguida, vamos então encontrar a última receita respeitante à história a ver com os  últimos 2 artigos publicados neste Blog, somente visível para os meus Subscritores!

E querem saber melhor como é que era o sabor desta incrível sopa de espinafres selvagens com cenoura?

Para já, achei uma sopa extremamente reconfortante, com uma textura totalmente diferente da dos espinafres comuns, sendo ideal para fazer sopas e não cremes, por favor!

Ou seja, pela minha simples experiência, mas carregada de sabor, eu acho que será mesmo uma pena triturar este tipo de espinafres, tornando, ao mesmo tempo, a receita em si muito mais rica e saborosa, acreditem!

E isto porque, na realidade, na receita abaixo, ainda experimentei a utilizar a água proveniente da cozedura de diversos tipos de carnes, aquando da confeção de um… cozido à portuguesa!

Experimentem, a sério!

Vamos para a cozinha?

RECEITA NA CATEGORIA DE SOPAS E CREMES: 

Sopa de Espinafres Selvagens com Cenoura

Ingredientes:

  • 1 molho de espinafres selvagens
  • 800 g de batata
  • 1 lata de feijão cozido de compra
  • 1 Cebolas
  • 2 dentes de Alho
  • 2 cenouras
  • 1 dl de Azeite
  • água resultante da cozedura de diversos tipos de carnes, aquando da confeção de um cozido à portuguesa q.b.

Confeção:

  1. Arranjar os espinafres, separando as folhas dos caules, e reservar as folhas.
  2. Descascar as batatas, as cebolas e os alhos, cortando depois tudo aos pedaços, para a seguir levar tudo a cozer na água resultante da cozedura de diversos tipos de carnes a ferver até cobrir.
  3. Juntar o feijão e triturar tudo até obter um creme homogéneo.
  4. Descascar as cenouras, cortá-las às rodelas e adicioná-las ao preparado anterior, assim como as folhas dos espinafres selvagens.
  5. Deixar cozinhar e, no final, retificar os temperos e regar a sopa com o azeite.






(fonte: https://www.cozinharsemstress.pt/cozinhar/receitas/creme-de-espinafres-selvagens/)

Sem comentários:

Enviar um comentário